Algumas pessoas quando ouvem a expressão “paletó de madeira” se arrepiam e sentem medo, porque ela traz a lembrança de caixão, morte…. Pois não é por aí mais. Pesquisadores da Suécia e da Finlândia descobriram um jeito de fazer tecidos de celulose.

“O processo, batizado de Ioncell, também pode ser aplicado em outras matérias-primas, como papel reciclado e até tecidos velhos feitos com fibras naturais, como o algodão.” segundo o site Inovação Tecnológica.

A produção deste tipo de tecido em escala industrial só poderá ocorrer a partir de 2020 quando todo o processo de produção estiver redondo. Mas as roupas só chegarão ao mercado consumidor a partir de 2025. Até lá vamos nos acostumando que, daqui alguns anos, vestir um paletó de madeira  será meramente nos vestirmos para ir a uma festa ou outra coisa do gênero.