No cenário político do município de Itaperuna nos últimos anos contamos com poucos políticos e muita politicagem. Oportunistas esperando sua vez de comer o resto da caça iguais as hienas: comem carniça e ainda riem.

Infelizmente o povo de Itaperuna foi acostumado a viver de boquinhas, principalmente das boquinhas políticas. Um cargo aqui, um empreguinho ali e torcendo para que na próxima eleição o corpo do executivo seja reeleito para poderem continuar pendurados no cabide.

Um município que há muito vem sendo governado por políticos que olham o próprio umbigo. Uma vereança que ao longo da história republicana de Itaperuna não fez outra coisa senão arrumar cargos ali e acolá para seus “cabos eleitorais” que, em muitas das vezes, sequer tem uma qualificação técnica para assumir o posto a que foi conduzido seja por mérito, seja por força de amizades ou pressões de outrem.

Hoje, o município está estagnado e inoperante, dívidas atrás de dívidas, e mesmo assim querem manter o status de melhor município da região. Balela! Já fomos uma força política há muitos anos, hoje não passamos de um município vira-latas e cheio de bufões que, na sua arrogância política desprezam qualquer um que seja contra o status quo e silenciam os que ficam em cima do muro.

Dr Alexandre Serafim, mestre em Neurologia e estudioso da relação entre medicina e espiritualidade diz assim: a fé pela fé é crendice. Eu preciso raciocinar a minha fé. Preciso ter um conhecimento sobre o que ela pode me oferecer ou como está o relacionamento da minha fé com meu dia a dia.

Creio que podemos pegar esse princípio e aplicá-lo à política. A política pela política estamos fazendo há muito tempo. Agora, como nos relacionamos com a política, o que ela pode fazer por nós e vice versa, ainda não chegamos a esse conhecimento enquanto povo. Se não agirmos para mudar esse cenário continuaremos a ter a maior parte da população como massa de manobra e um município estagnado por uns poucos que sabem usar a política, mesmo que seja do modo errado, para se perpetuarem no poder.