Cronos ou Kairós?

Um Fato

Hoje, pela manhã, o trânsito já estava intenso em Itaperuna. Segunda-feira né!

As pessoas saindo para o trabalho e pessoas saindo do trabalho: enfermeiros, médicos, policiais,

Eu, saindo do meu plantão por volta das 07:00 h e já dirigindo pra casa, tenho atrás do meu veículo outro carro que está piscando o farol para me ultrapassar.

Creio que a velocidade urbana, pelo menos já li em algum lugar, é de 40 Km/h.

Eu estava em menor velocidade pois haviam carros à minha frente, entretanto, o apressado queria ultrapassar de toda a maneira.

Uma vez conseguido o intento, o motorista simplesmente parou o carro a pouco mais de 100 metros. Será que foi necessário todo esse estresse?

Cronos

Para muitas pessoas o tempo urge e a pressa se torna o caminho mais rápido para resolver um assunto, encontrar um amigo…

A pressa! Escravos de Cronos, o deus implacável do tempo!

Os que “vivem” sob o Cronos geralmente estão mal humorados, testas franzidas, cansados ou esgotados. 

Cronos é implacável! Cobra, espezinha, dificulta e muitas vezes adoece aquele que se entrega a seus mandos.

Por isso querem ultrapassar um veículo a qualquer custo, atravessar uma rua para chegarem, provavelmente, a lugar algum.

Kairós

Poucos tem intimidade com esse deus.

Kairós é o deus da oportunidade, do momento presente.

Na mitologia grega ele é representado por um homem que anda nu e possui somente um tufo de cabelos.

Quando ele passar, o momento oportuno, agarre-o pelo topete.

No cristianismo o Kairós significa presença, ou seja, o momento oportuno para estar em Deus, não só na sua presença mas dentro do ambiente de Deus. 

Ao entrarmos em nosso Kairós, na presença daquele momento que nos faz bem, que nos faz humanos, livres da prisão do tempo – Cronos, nos sentimos um com a natureza, com o cosmos, com nossos irmãos.

Uma boa semana de Kairós para todos!

luciano.cardozo

Share

%d blogueiros gostam disto: