O Ensino No Contexto Da Pandemia

Uma abordagem rápida

Visão Geral

Estamos no século XXI, uma pandemia nos tira o direito de conviver com as pessoas, ir à escola, ao mercado, à festas. O Brasil olha para si e descobre que está no século XIX ainda. Todas as dificuldades econômicas e financeiras, preconceitos de toda ordem e ainda queremos ser um país do futuro.

A pandemia virou nosso sistema de ensino de perna pro ar e da noite para o dia, o que deveria ser um processo de transição passou a ser o real: ensino à distância.

Educação à distância não é novidade. Nos Estados Unidos da América existe desde o século XVIII.

No Brasil começou no início do século XIX e no decorrer dos anos, centenas de instituições de ensino à distância foram criadas e milhares de alunos se formaram.

A REGULAMENTAÇÃO DO EaD NO BRASIL

O EaD no Brasil foi regulamentado pela Lei nº 9.394/96. Mas só em 1999 as instituições de ensino começaram a ser credenciadas pelo M.E.C., mesmo havendo ofertas de cursos desde 1997.

A URGÊNCIA IMPOSTA PELA PANDEMIA

No ano de 2020, vimos uma pandemia se espalhar.

Milhões de vidas humanas foram ceifadas e quase todas as estruturas sócio-econômicas desapareceram, foram abaladas ou tiveram gravíssimos danos. Dentre essas estruturas, a escola.

O impacto da pandemia no ensino público foi enorme.

Expôs a precariedade dos estados em relação à tecnologia necessária para dar continuidade ao ano letivo. 

Cada aluno também ficou à mostra. Evidenciando ainda mais o abismo social, intelectual e econômico em que vivem.

Resumindo, o caos na educação.

Mas não teve jeito, é preciso continuar; aprender a trabalhar com mídias digitais e aplicativos que colocam todos no jogo da educação de novo.

ENSINO REMOTO E ENSINO À DISTÂNCIA – QUAL A DIFERENÇA?

Apesar dos termos serem bem parecidos, existe diferença técnica entre eles. Vamos ver.

Ensino Remoto ou Aulas Remotas: são aulas ministradas de forma síncrona, ou seja, professor e aluno estão interagindo na mesma plataforma naquele hora. É, de certa forma, a aula que se teria em sala de aula.

Ensino à Distância: é o modelo de ensino em que se usa vários recursos como áudio (podcast), vídeos, aulas presenciais e materiais impressos. Para as interações com os participantes, há tutores ou os professores num fórum, que é o local onde os alunos tiram suas dúvidas ou são orientados. O grande apelo do EaD é a possibilidade do aluno fazer o seu horário de aula. Para muitos é uma vantagem e tanto, principalmente para aqueles que trabalham e querem estudar. Uma desvantagem é que, o aluno podendo gerenciar o tempo para estudo pode cair numa armadilha: a falta de disciplina para cumprir o acordo pessoal de, naquela hora marcada, se dedicar às aulas on-line.

COMO SERÁ O FUTURO?

Difícil falar de um futuro num país em que tudo é extremamente politizado por conta de interesses pessoais ou de grupos. 

Japão, Coréia do Sul e Singapura saíram de suas misérias por conta das guerras e domínios colonialistas através da educação e geração de empregos.

Nosso domínio colonialista acabou há mais de 150 anos, as guerras das quais participamos acabaram há muito. E não andamos pra frente nem um milímetro.

Qual futuro você espera?

luciano.cardozo

Share