Se Estamos Em Rede, Estamos Em Perigo!

Exposição De Dados

Abaixo se encontram os links de notícias recentes sobre vazamentos de dados de milhões de brasileiros. Inclusive até de gente que já morreu!

https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2021/01/28/vazamento-de-dados-de-223-milhoes-de-brasileiros-o-que-se-sabe-e-o-que-falta-saber.ghtml

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2021/07/31/vazamento-expoe-13-mil-fotos-de-documentos-e-dados-de-227-mi-de-brasileiros.htm

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2021-03/pf-prende-hacker-suspeito-do-maior-vazamento-de-dados-no-brasil

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2021-03/dados-de-milhoes-de-brasileiros-sao-vendidos-na-internet

https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/maior-vazamento-da-historia-divulga-84-bilhoes-de-senhas-08062021

Jeitinho Brasileiro

Seu CPF pode estar sendo usado para que outros cometam crimes e você está preocupado se a urna eletrônica é fraudável ou não!

Nós vivemos em um país em que fraudar é cultural. Nós, brasileiros, para ficarmos em paz com nossa consciência trocamos o nome de fraude para jeitinho.

Nós, quando registramos nosso carro em outro estado porque o imposto lá é mais barato, cometemos fraude!

Quando compramos atestados médicos para declarar imposto de renda, isso não é esperteza, é fraude.

Quantas outras fraudes cometemos no nosso cotidiano e que passam despercebidas! 

Mas o que importa é que a urna eletrônica tem fraude.

O Ser Humano Como Agente Fraudador

Primeiro, precisamos atentar que, para haver fraude, necessariamente deve haver um agente externo: o ser humano.

Segundo, esse agente agente tem que estar motivado para realizar o ato.

Terceiro, só a motivação financeira ou o desejo de aventura não são prerrogativas para que a fraude seja consumada. Um dos fatores inerentes ao agente é a capacidade técnica, ou seja, sem conhecimento do que fazer não há possibilidade de fraude e você vai ser preso.

A Rede

Todos conhecemos a internet, seus benefícios e malefícios. 

Podemos assistir um filme ou saber de uma notícia em segundos, bem como ter nossas contas bancárias zeradas por conta de invasões ou mesmo pela “permissão” do usuário do sistema bancário.

Em todos os processos citados acima temos um ponto em comum: todos estamos na mesma rede, ou seja, compartilhamos basicamente os mesmos caminhos na rede mundial e estamos sujeitos a todos os eventos, bons ou ruins, que nela ocorrem.

Um vírus novo, uma invasão ao nosso computador pessoal ou mesmo ao nosso smartphone. Basta ler os links postados na abertura deste post.

Se estamos em rede, estamos em perigo!

luciano.cardozo

Share

%d blogueiros gostam disto: